• Mark Margo

Lenin, Hero or villain?


Lenin is an unavoidable name in the beginning of the 20th century, and for the communists this man is as if he were a God, but after all who was this man? Vladimir Ilyich Ulianov, better known by the pseudonym Lenin, Simbirsk, April 22, 1870 - Gorki, January 21, 1924), was a communist revolutionary, politician and Russian political theorist who served as head of government for Soviet Russia from 1917 to 1924 and the Soviet Union from 1922 until his death. Born into an upper-middle-class family in Simbirsk, he became interested in revolutionary socialist policies after the execution of his brother in 1887 for an assassination attempt on the Romanov family, the then monarch Alexander III of Russia. Lenin always hated the Romanovs due to the death of his brother, and for this reason he was associated and one of the men responsible for murdering the last Romanovs (Nicholas II of Russia and the whole family). Lenine showed his interest in Marxism, a socio-political theory that argues that society developed at different stages through class struggle and that capitalist society would eventually yield to socialist society and then to communist society (in my opinion, nonsense already that communism is one of the worst policies for the economic development of any modern country). He became an important figure in the Russian Social Democratic Workers' Party (POSDR) or later Bolsheviks. His administration redistributed land among peasants and nationalized banks and industry on a large scale. He withdrew the country from the First World War by signing a disastrous treaty known as Brest-Litovsk, where he made peace with the Germans in exchange for important land for Russia (26% of the population of the old Empire, 37% of its agricultural harvest area, 28 % of its industry, 26% of its railways and three quarters of its coal and iron deposits transferred to German control). He was also one of the authors of the red terror (Cheka), issuing a requisition order that established armed detachments to confiscate grain from the cúlaques for distribution in the cities, and asked for the formation of Poor Peasant Committees to assist in the requisition. vast social disorder and violence, as armed detachments often clashed with groups of peasants, helping to set the stage for civil war. The requirement discouraged peasants from producing more grain than they could personally consume, and so production fell. An expanding black market complemented the state-sanctioned official economy, and Lenin called for speculators, clandestine traders and looters to be killed.


Cheka became the most powerful institution in Soviet Russia, exerting influence over all other state apparatus, contributing to the persecution and death of those who did not support the government, an estimated 50 000 to 140 000 people died. Between 1918 and 1920 civil war was inevitable between the Bolsheviks (red) and anti-Bolsheviks (white), dying thousands of people, with victory for the reds. During Lenin's term of government, more than 5 million people died of hunger. Hunger was exacerbated by government requests, as well as exports of large quantities of Russian grain and drought. Lenine, who criticized the regime of the Tsars so much, was unable in his mandate to contribute to the development of Russia and to improve the living conditions of his people. Lenin was the first and most significant Marxist theorist to elevate the role of violence as a revolutionary instrument, he incorporated changes in his own beliefs and the pragmatic realities of governing Russia in the midst of war, famine and economic collapse resulted in deviating from many of the Marxist ideas he articulated before the October Revolution.


In Portuguese:


Lenine é um nome incontornável no inicio do sec XX, e para os comunistas este senhor é como se fosse um Deus, mas afinal quem foi este homem?

Vladimir Ilyich Ulianov, mais conhecido pelo pseudônimo Lenin, Simbirsk, 22 de abril de 1870 – Gorki, 21 de janeiro de 1924), foi um revolucionário comunista, político e teórico político russo que serviu como chefe de governo da Rússia Soviética de 1917 a 1924 e da União Soviética de 1922 até sua morte.

Nascido em uma família de classe média alta em Simbirsk, interessou-se por políticas socialistas revolucionárias após a execução de seu irmão em 1887 por tentativa de assassinato á família Romanov, o então monarca Alexandre III da Rússia.

Lenine sempre odiou os Romanov devido a morte do seu irmão, sendo por isso associado e bem como um dos mandantes para assassinar os ultimos Romanov (Nicolau II da Rússia e toda a família).

Lenine mostrou o seu interesse pelo marxismo, uma teoria sociopolítica que argumenta que a sociedade desenvolveu-se em diferentes estágios através da luta de classes e que a sociedade capitalista acabaria cedendo à sociedade socialista e depois à sociedade comunista (na minha opinião, um disparate já que o comunismo é uma das piores politicas para o desenvolvimento económico de qualquer país moderno).

Tornou-se uma importante figura do Partido Operário Social-Democrata Russo (POSDR) ou mais tarde Bolcheviques.

Sua administração redistribuiu a terra entre os camponeses e nacionalizou os bancos e a indústria em grande escala. Retirou o país da Primeira Guerra Mundial assinando um tratado desastroso conhecido como Brest-Litovsk, onde fez pazes com os Alemães em troca de terrenos importantes para a Rússia (26% da população do antigo Império, 37% de sua área de colheita agrícola, 28% de sua indústria, 26% de suas ferrovias e três quartos de seus depósitos de carvão e ferro transferidos ao controle alemão).

Foi também um dos autores do terror vermelho (Cheka), emitindo uma ordem de requisição que estabeleceu destacamentos armados para confiscar grãos dos cúlaques para distribuição nas cidades, e pediu a formação de Comitês de Camponeses Pobres para auxiliar na requisição.Esta política resultou em uma vasta desordem social e violência, uma vez que os destacamentos armados muitas vezes se chocavam com grupos de camponeses, ajudando a preparar o cenário para a guerra civil.

A exigência desincentivou camponeses de produzir mais grãos do que eles poderiam pessoalmente consumir, e assim a produção caiu.Um mercado negro em expansão complementou a economia oficial sancionada pelo Estado,e Lenin pediu que os especuladores, os comerciantes clandestinos e os saqueadores fossem mortos.

Cheka tornou-se a instituição mais poderosa da Rússia soviética, exercendo influência sobre todos os outros aparelhos de Estado, contribuindo para a perseguição e morte de quem não apoiava o governo, estima-se que morreram 50 000 a 140 000 pessoas.

Entre 1918 e 1920 a guerra civil foi inevitável entre os Bolcheviques (vermelhos) e anti-bolcheviques (brancos), morrendo milhares de pessoas, com vitoria para os vermelhos.

No periodo de governação de Lenine morreram mais de 5 milhões de pessoas à fome.

A fome foi exacerbada pelas requisições governamentais, bem como pelas exportações de grandes quantidades de grãos russos e seca.

Lenine que tanto criticou o regime dos Czars, não conseguiu no seu mandato contribuir para o desenvolvimento da Rússia e melhorar as condições de vida do seu povo.

Lenine foi o primeiro e mais significativo teórico marxista a elevar o papel da violência como instrumento revolucionário, incorporou mudanças em suas próprias crenças e as realidades pragmáticas de governar a Rússia em meio à guerra, à fome e ao colapso económico resultaram em se desviar de muitas das idéias marxistas que ele articulou antes da Revolução de Outubro.

12 views0 comments

Recent Posts

See All

© 2019 made by Mark Margo

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now